Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10174/29209

Title: A geochemical approach to the study of archaeological glassy materials
Authors: Costa, Mafalda Barrocas Dias Teixeira da
Advisors: Mirão, José
Vandenabeele, Peter
Keywords: Multi-analytical study
Provenance studies
Geological raw materials
Trace elements
Glass
Issue Date: 4-Feb-2021
Publisher: Universidade de Évora
Abstract: In this dissertation, knowledge from social sciences and humanities was combined with that of natural sciences, especially Earth Sciences, to study man-made glass and faience artefacts from selected case studies from the Iron Age and Early Modern periods. The manufacture of man-made glassy materials relies on the exploitation of natural mineral resources. Moreover, since glassy objects inherit the chemical fingerprint of the geological provinces from which the raw materials used in their manufacture derive, geochemistry is essential in provenance studies. In fact, geochemistry can be used to pinpoint the geographical origin of an artefact, given the known proximity between primary or producing workshops and the favored silica source, but also to understand the raw material procurement strategies of glassy producing societies. While sand is not known to have been subjected to long-distance trade, the same cannot be said for other main components used in the production of man-made glassy objects, particularly the fluxing agents and (de)colorants or opacifiers. Earth Sciences, especially geochemistry, is, therefore, essential to reconstruct trade/exchange routes of both raw materials and finished glassy artefacts within or between different communities. Furthermore, the identification of the raw materials used in the production of man-made glassy artefacts, not only reveals how human societies adjust and interact with the environment but is essential to better comprehend the technological know-how required for their manipulation and use in the manufacture of these objects. Ultimately, this dissertation enabled the creation of new non-destructive and minimally invasive analytical methodologies that can be used to gain insights into glassy materials’ provenance and production technology, and to better comprehend the history and ethnography of the communities that produced, used, and trade or exchanged them; Resumo: Nesta dissertação, o conhecimento das ciências sociais e humanas foi combinado com o das ciências naturais, especialmente das Ciências da Terra, para estudar artefactos de vidro e faiança produzidos pelo homem, usando de estudos de caso da Idade do Ferro e da Idade Moderna. A produção de materiais vítreos depende da exploração de recursos minerais naturais. Como os objetos vítreos herdam a assinatura química das províncias geológicas das quais derivam as matérias-primas utilizadas na sua produção, a geoquímica é essencial nos estudos de proveniência. Na verdade, a geoquímica pode ser usada para localizar a origem geográfica de um artefacto, dada a proximidade conhecida entre oficinas primárias ou de produção e a fonte de sílica preferida, mas também para compreender as estratégias de aquisição de matérias-primas das sociedades produtoras de vidro. Embora se saiba que a areia não foi alvo de comércio de longa distância, o mesmo não pode ser dito para outros ingredientes usados na produção de objetos vítreos, particularmente os fundentes e os (des)colorantes ou opacificantes. As Ciências da Terra, especialmente a geoquímica, são, portanto, essenciais para reconstruir rotas de comércio ou troca, de matérias-primas e de artefactos vítreos, dentro ou entre diferentes comunidades. Além disso, a identificação das matérias-primas utilizadas na produção de artefactos vítreos produzidos pelo Homem, não só revela como as sociedades humanas interagem com o meio ambiente que as rodeia, mas é essencial para compreender melhor o know-how tecnológico necessário para sua manipulação e uso na produção desses objetos. Em última análise, esta dissertação permitiu a criação de novas metodologias analíticas, não destrutivas e minimamente invasivas, que podem ser usadas para obter informações sobre a proveniência e tecnologia de produção de materiais vítreos, e para compreender melhor a história e etnografia das comunidades que produziram, usaram e comercializaram estes objetos.
URI: http://hdl.handle.net/10174/29209
Type: doctoralThesis
Appears in Collections:BIB - Formação Avançada - Teses de Doutoramento

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Doutoramento-Ciencias_da_Terra_e_do_Espaco_Processos_Geologicos-Mafalda_Barrocas_Dias_Teixeira_da_Costa.pdf9.94 MBAdobe PDFView/OpenRestrict Access. You can Request a copy!
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Dspace Dspace
DSpace Software, version 1.6.2 Copyright © 2002-2008 MIT and Hewlett-Packard - Feedback
UEvora B-On Curriculum DeGois