Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10174/28793

Title: Museu Arqueológico do Carmo, exposições temporárias e sociedade civil na I República: uma síntese
Authors: Martins, Ana Cristina
Editors: Trea, Ediciones
Keywords: Museu Arqueológico do Carmo
Associação dos Arqueólogos Portugueses
I República Portuguesa
Arqueologia
Issue Date: 2020
Publisher: Ediciones TREA
Citation: Martins, Ana Cristina Martins (2020) - Museu Arqueológico do Carmo, exposições temporárias e sociedade civil na I República: uma síntese. In J. Arnaldo, A. H. Delavenay & M. di Paola (eds.) - Historia de los museos, historia de la museología. España, Portugal, America. Gijón: Ediciones Trea, pp. 119-126.
Abstract: «PALAVRAS INICIAIS -Não se revendo já nas principais linhas de actuação da Real Associação dos Arquitectos Civis e Arqueólogos Portugueses (raacap) (Lisboa, 1863) do dealbar de Novecentos, a maioria dos arquitectos que a ingressam sai do seu seio para fundar a futura «Ordem dos Arquitectos Portugueses». Corre o ano de 1902 e Portugal assiste ao lento definhar do regime monárquico e ao crescimento do movimento republicano num contexto interno bastante complexo. Perante esta novidade interna, a instituição é redenominada para «Real Associação dos Arqueólogos Portugueses», prosseguindo os estudos históricos, artísticos e arqueológicos aos quais se vão somando, entre outros, os heráldicos, os etnográficos e, sobretudo, os olisiponenses (Martins, 2005). A presença agora mais firme da produção etnográfica relacionar-se-á com as profundas e céleres transfigurações verificadas na paisagem rural e urbana, suscitando receios de olvido e desaparecimento de usos, costumes e tradições conferidores de tipicidade e unicidade territorial. Mas esta presença revela de igual modo a mudança ideológica e política registada no país. Ingressando e ocupando de modo paulatino a centralidade da figuração artística e comemorativa, os representantes das artes, das letras e das ciências evocam o génio e a singularidade nacionais (re)encontradas em (i)materialidades perpetuadas secularmente. Tradicionalidades que são agora (re) vistas no contexto do movimento dos Arts & Crafts, direcionado para a recuperação e desenvolvimento de economias locais.»
URI: http://hdl.handle.net/10174/28793
Type: bookPart
Appears in Collections:IHC - Publicações - Capítulos de Livros

Files in This Item:

File Description SizeFormat
41. Museu Arqueológico do Carmo, exposições temporárias e sociedade civil na I República- uma síntese.pdf1.23 MBAdobe PDFView/OpenRestrict Access. You can Request a copy!
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Dspace Dspace
DSpace Software, version 1.6.2 Copyright © 2002-2008 MIT and Hewlett-Packard - Feedback
UEvora B-On Curriculum DeGois