Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10174/2616

Title: Pigmentos e corantes naturais: entre as artes e as ciências
Authors: Santos-Silva, Celeste
Keywords: tinturaria natural
cogumelos
líquenes
Issue Date: 2007
Publisher: Fundação Luís de Molina & GIEPCN Eds.
Abstract: Há milénios que o Homem conhece diversas espécies de fungos e as utiliza para os mais diversos fins. As mais importantes aplicações dos fungos são o seu uso: gastronómico, quer como alimento, quer para transformação/produção de alimentos; medicinal, através do consumo directo ou para obtenção de produtos medicinais; mágico, como elementos de rituais mágicos, ou pelo seu consumo, ou para a construção de ícones. Outras formas de uso dos fungos menos conhecidas, são as suas aplicações em tinturaria, mantidas na Europa até ao século XIX. O uso de corantes naturais foi praticamente abandonado devido ao desenvolvimento da indústria química, que permitiu a produção em larga escala de corantes sintéticos mais acessíveis e eficientes que os naturais. Actualmente, cresce o interesse por o uso de corantes de origem natural e procura-se “ressuscitar” as antigas técnicas de tingimento. Para além de inúmeras espécies de plantas, também os fungos, em particular os líquenes e cogumelos, eram vulgarmente utilizados para produção de tinturas de têxteis. O que vulgarmente designamos por líquenes e cogumelos são organismos pertencentes ao Reino Fungi e que se integram em dois grandes grupos taxonómicos: Ascomycota e Basidiomycota. Os líquenes são seres simbiontes, formados pela associação de um fungo (Ascomycota ou Basidiomycota) com uma alga (azul ou verde), e podem ser encontrados todo o ano sobre rochas, no solo e nos troncos das árvores. Os cogumelos são apenas a estrutura produtora de esporos de um Ascomycota ou Basidiomycota, encontrando-se o micélio (conjunto de hifas que formam o fungo) escondido sob o solo ou no interior do tronco de uma árvore. Os cogumelos não estão disponíveis durante todo o ano, surgem apenas quando existem condições climáticas, em especial temperatura e pluviosidade, adequadas. Neste trabalho referimos algumas das espécies de líquenes e cogumelos mais usadas como corantes naturais e descrevemos as técnicas empregues para obtenção de tinturas, quer a partir de líquenes, quer de cogumelos, e a sua aplicação no tingimento de fibras.
URI: http://hdl.handle.net/10174/2616
Type: bookPart
Appears in Collections:ICAAM - Publicações - Capítulos de Livros
BIO - Publicações - Capítulos de Livros

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tint_Nat_Cog_Liq.pdfDocumento total915.52 kBAdobe PDFView/Open
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Dspace Dspace
DSpace Software, version 1.6.2 Copyright © 2002-2008 MIT and Hewlett-Packard - Feedback
UEvora B-On Curriculum DeGois