Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10174/9917

Title: O Conforto do doente no Serviço de Urgência Geral na perspetiva dos doentes e dos enfermeiros”
Authors: Chaves, Débora
Marques, Maria do Céu
Alminhas, Silvia
Mendes, João
Frade, Anjos
Correia, Isabel
Fonseca, Ana
Keywords: conforto
serviço de urgência
enfermeiros
Issue Date: Jan-2013
Publisher: Ordem dos Enfermeiros
Citation: Chaves, Débora; et al. (2013) O Conforto do doente no Serviço de Urgência Geral na perspetiva dos doentes e dos enfermeiros. 1º Encontro dos Enfermeiros Especialistas em Enfermagem Médico Cirúrgica. Ordem dos Enfermeiros
Abstract: Introdução: O conceito de conforto não é uma realidade recente para a enfermagem. Deixar o doente confortável sempre foi uma função atribuída ao enfermeiro e constituí um fator determinante para o reconhecimento da competência própria dos enfermeiros. Os enfermeiros que trabalham no serviço de urgência contatam diariamente com o sofrimento físico e psicológico dos doentes e seus familiares. A promoção do conforto do doente é uma das pedras basilares da enfermagem, pelo que a escolha da temática do conforto teve como fator impulsionador o facto de devolver à Enfermagem uma prática centrada na perspetiva do doente e na satisfação das suas necessidades experienciadas. O conforto tem sido identificado como um elemento dos cuidados de enfermagem e está vinculado à sua origem e desenvolvimento, assim é imprescindível conhecer o índice de conforto dos doentes para que as intervenções de enfermagem possam ser adequadas à satisfação das necessidades de conforto dos mesmos. Não existem instrumentos de avaliação do conforto em contexto de serviço de urgência validados para a população portuguesa. Nesse sentido, este estudo surge com o objetivo de desenvolver um instrumento que permita realizar essa mesma avaliação. Metodologia: Estudo quantitativo - aplicação e validação do Escala Short GCQ. Resultados: Após a análise dos resultados da aplicação da Escala Short GCQ conclui-se que existe uma divergência nas perspetivas de conforto dos doentes e dos enfermeiros, os enfermeiros valorizam maioritariamente as dimensões ambiental e física do conforto enquanto para os doentes, as dimensões psico-espiritual e social do conforto são as mais importantes.
URI: http://hdl.handle.net/10174/9917
Type: article
Appears in Collections:ENF - Artigos em Livros de Actas/Proceedings

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Resumo -O Conforto do doente no Serviço de Urgência Geral na perspetiva dos doentes e dos enfermeiros.pdf34.16 kBAdobe PDFView/Open
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Dspace Dspace
DSpace Software, version 1.6.2 Copyright © 2002-2008 MIT and Hewlett-Packard - Feedback
UEvora B-On Curriculum DeGois