Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10174/24915

Title: INFLUÊNCIA DA UTILIZAÇÃO DE DIFERENTES ECÓTIPOS DE Cynara cardunculus L. NAS CARACTERÍSTICAS FÍSICO QUÍMICAS DE QUEIJO ÉVORA DOP
Authors: Amaral, Olga
Dias, João
Alvarenga, Nuno
Lage, Patricia
Pinheiro, Cristina
.....
Duarte, Fátima
Keywords: cheese
Évora
Cynara Cardunculus
Issue Date: 9-Nov-2018
Publisher: C. Organizadora 14º Encontro Nacional de Química dos Alimentos
Citation: Amaral, Olga, Dias, J., Alvarenga, N. B. , Carvalho, M. J., Lage, Pinheiro, Cristina … Duarte. Fátima ( 2018). Influência da utilização de diferentes ecótipos de Cynara Cardunculus L.. Nas características físico químicas de queijo Évora DOP . Livro Resumos 14th Encontro Nacional de Química dos Alimentos, 6-9 de Novembro de 2018, Viana do Castelo
Abstract: A produção de queijos com utilização de coagulante vegetal é muito comum em Portugal e Espanha. O Queijo de Évora DOP é um queijo português de pasta dura ou semidura, de cor amarelada, com poucos ou nenhuns olhos e aroma intenso. O processo tecnológico de fabrico consiste na drenagem lenta da coalhada após coagulação de leite cru de ovelha com uma infusão de Cynara cardunculus L., como coagulante vegetal. O objetivo deste trabalho foi analisar a influência da utilização de diferentes ecótipos de C. cardunculus nas propriedades químicas e reológicas do Queijo de Évora. De acordo com o processo tradicional de fabrico foram produzidos lotes de queijo, utilizando três ecótipos de coagulante vegetal (C1, C2 e C3), e um coagulante animal comercial (AC). Para cada coagulante, foram efetuadas colheitas de quatro queijos após 1, 3, 7, 14, 21, 35, 49, 60 e 90 dias de maturação. As amostras foram analisadas relativamente a: parâmetros estruturais (medidas viscoelásticas e análise de textura), cor (L*, a* e b*) e parâmetros químicos (humidade, gordura, acidez, pH, azoto total, azoto solúvel, azoto não proteico e azoto aminoacídico). Os dados foram submetidos a análise multivariada. A análise estatística dos dados evidenciou a influência dos diferentes coagulantes (de origem vegetal ou animal) nas características do Queijo de Évora sobretudo durante o primeiro período de maturação. Foram calculados os coeficientes de correlação de Pearson entre os indicadores estruturais (módulo de armazenamento e dureza) e os indicadores de proteólise, humidade e pH. Foram encontradas correlações negativas significativas entre a humidade e a dureza. Estes resultados indicam que a diminuição da humidade, durante o processo de maturação, é o fator que mais influencia a textura deste tipo de queijo. As alterações causadas pela proteólise não se apresentaram tão relevantes para as características finais do Queijo de Évora como acontece para outros queijos portugueses produzidos com leite cru e coagulante vegetal
URI: http://hdl.handle.net/10174/24915
Type: lecture
Appears in Collections:ICAAM - Comunicações - Em Congressos Científicos Nacionais

Files in This Item:

File Description SizeFormat
resumoCris_b14thENQAViana2018_pg37.pdf1.45 MBAdobe PDFView/Open
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Dspace Dspace
DSpace Software, version 1.6.2 Copyright © 2002-2008 MIT and Hewlett-Packard - Feedback
UEvora B-On Curriculum DeGois