Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10174/19867

Title: A atratividade das políticas públicas e das políticas das indústrias de tabaco: um estudo institucional
Authors: Glasenapp, Sirlei
Silva, Leonardo Xavier da
Carvalho, Maria Leonor da Silva
Keywords: famílias
tabaco
políticas públicas
instituições
Issue Date: 2016
Publisher: Atas dos 54º Congresso da SOBER
Citation: Sirlei Glasenapp; Leonardo Xavier da Silva; Maria Leonor da Silva Carvalho (2016). “A atratividade das políticas públicas e das políticas das indústrias de tabaco: um estudo institucional”, Proceedings do 54º congresso da SOBER, Maceió, 14 a 17 de agosto de 2016, ISBN: 978-85-98571-15-7.
Abstract: O objetivo do trabalho é interpretar as possibilidades de inserção de políticas públicas que visam à diversificação de cultivos agrícolas em municípios produtores de tabaco. Os procedimentos metodológicos empregados na condução da pesquisa caracterizam-se como um estudo descritivo, qualitativo e quantitativo. As técnicas de pesquisa empregadas foram a entrevista semiestruturada, observações e análise documental e bibliográfica. Os sujeitos da pesquisa de campo foram famílias produtoras de tabaco dos municípios de Agudo e Paraíso do Sul/RS, Brasil, selecionadas por conveniência. A análise dos dados qualitativos foi de conteúdo e a análise dos dados quantitativos ocorreu por meio da estatística descritiva, com uso do programa estatístico, com a apresentação dos dados em médias, frequências e cruzamento de médias. Como resultados, tem-se que os produtores de tabaco estão em propriedades de até 80 hectares, têm produção de alimentos para consumo próprio, porém sua principal fonte de renda é o tabaco. Na questão da intervenção pública, há dificuldade dos agricultores em reconhecer o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) como parceiro. Averiguou-se que o crédito específico para a fumicultura está sendo eliminado, apesar de não se verificar o mesmo com a produção. De toda forma, um resultado captado na pesquisa, foi de que as organizações financeiras foram consideradas parceiras do produtor, com uma frequência muito superior ao MDA. Conclui-se ser desafiadora a inserção das políticas públicas entre os produtores de tabaco destes municípios. Isso dependerá de uma ação mais efetiva do serviço público de assistência técnica e de extensão rural. A influência política das corporações de tabaco é ampla, atuam em patrocínios e projetos de responsabilidade social para transparecer uma imagem pública positiva, mas também fazem um lobby agressivo nos governos para impedir e/ou atrasar a implementação de normas restritivas de sua produção que possam comprometer seus lucros. Palavras-chave: Famílias; Tabaco; Políticas Públicas; Instituições.
URI: http://hdl.handle.net/10174/19867
Type: article
Appears in Collections:ICAAM - Artigos em Livros de Actas/Proceedings
ECN - Artigos em Livros de Actas/Proceedings

Files in This Item:

File Description SizeFormat
6245 Sirlei.pdf790.15 kBAdobe PDFView/Open
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Dspace Dspace
DSpace Software, version 1.6.2 Copyright © 2002-2008 MIT and Hewlett-Packard - Feedback
UEvora B-On Curriculum DeGois