Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10174/18356

Title: Avaliação da população de uma nova espécie exótica em Portugal: Xenopus laevis (Amphibia: Pipidae)
Authors: Amaral, Patrícia Cátia Isidoro de
Advisors: Rebelo, Rui
Sousa, Paulo Sá
Issue Date: Oct-2008
Publisher: Universidade de Évora
Abstract: As introduções de rã africana Xenopus laevis têm ocorrido à escala mundial na sequência do seu uso como animal de laboratório e de estimação. Na África do Sul onde é nativa, esta rã tem uma distribuição muito ampla compreendendo todos os tipos de habitats. Xenopus laevis é ecologicamente distinta de outras espécies de anfíbios, apresentando características ecológicas e fisiológicas que asseguram o seu sucesso em habitats exóticos e que conferem a esta espécie um elevado carácter invasor. Embora o seu carácter invasor X. laevis foi introduzido por toda a Europa, desde a Alemanha a Inglaterra e nos E.U.A. (Califórnia), e Chile. Para alguns destes países esta espécie é considerada como uma praga, com graves impactos quer a nível ecológico como económico. Apesar de ser uma das espécies de laboratório mais estudadas, com investigações centradas sobretudo no seu desenvolvimento e biologia molecular, a informação sobre a sua ecologia é escassa. Recentemente descoberta numa ribeira a sudoeste de Lisboa (Portugal) e sem informação sobre os possíveis impactos a nível do ecossistema nativo, tornou-se importante a realização de um estudo que paralelamente avalia-se a sua distribuição e possíveis impactos na fauna nativa. Assim, para uma melhor compreensão da distribuição desta espécie e dos seus potenciais impactos, por um período de um ano (2006/2007) realizaram-se amostragens periódicas ao longo da ribeira da Lage (Oeiras}, caracterizou-se cada ponto de amostragem em termos de vegetação e solo e analisou-se a dieta de 70 indivíduos capturados. Segundo os resultados obtidos, esta espécie encontra-se actualmente restrita ao troço regularizado da ribeira e a sua ausência de locais mais a montante está aparentemente relacionada com o crescente carácter rochoso do substrato da ribeira. Constatou-se, por outro lado, que se trata de uma população reprodutora e que adultos e girinos coexistem com espécies nativas de anfíbios e peixes. Relativamente à dieta, trata-se de uma espécie extremamente generalista. No entanto, a sua dieta consistiu predominantemente de uma componente bentónica, maioritariamente composta por gastrópodes da família Physidae, uma componente nectónica e numa pequena componente terrestre. Verificou-se ainda que esta espécie preda vertebrados nativos incluindo anfíbios e peixes. A nível de biomassa, registaram­se diferenças significativas quando foi analisado o peso de cada grupo de espécies­presa, quando considerado o local e a época de captura. /ABSTRACT; Xenopus laevis has been introduced worldwide as a consequence of its use in laboratories and in the pet market. ln its native South Africa, this species is largely spread for all types of habitats.This species is highly distinctive ecologically from other anuran amphibians presenting ecological and physiological characteristics that allow its success in non-native habitats, enabling a highly invasive potential to this species. Although it's invasive character X. laevis was introduced over all Europe from Germany to U.K., and also in the USA {California) and Chile. ln some of these countries this species is considered as pest with severe ecological and economic consequences. X. laevis is one of the most intensively studied of laboratory animals, with investigations centered upon developmental and molecular biology, but ecological information is scarce. Recently, a population of X. laevis has been discovered in a stream southwest of Lisbon, Portugal and without no knowledge on the impacts that this species would have in the native ecosystem, it was urgent to study the distribution and the possible impacts that it would have in native fauna. Therefore, for one-year period we conducted periodical sampling across the Lage stream (Oeiras), we characterized the soil and vegetation for each sampling point and we analyzed the stomach contents of the 70 individuals captured. Regarding our results we demonstrated that the presence of X. levis is now restricted to the regularized area of the Lage stream and that its absence from upstream sampling points is probably related with the increasing rocky character of the substrate. On the other hand, the results emphasize that this is a reproductive population with tadpoles and adults co-inhabiting with native amphibians and fishes. The analysis of Xenopus diet suggests that this is a generalist species. However, there is a large component of benthonic fauna, especially snails (Physidae) and some nekton. Although being less represented, terrestrial prey items had a significant importance in the biomass of the diet of X. laevis. This species also preys native vertebrates as amphibians and fishes. Finally, there were significant differences in prey biomass in different places and sampling seasons.
URI: http://hdl.handle.net/10174/18356
Type: masterThesis
Appears in Collections:BIB - Formação Avançada - Teses de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Patrícia Cátia Isidoro de Amaral - Tese de Mestrado - 169 225.pdf8.73 MBAdobe PDFView/OpenRestrict Access. You can Request a copy!
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Dspace Dspace
DSpace Software, version 1.6.2 Copyright © 2002-2008 MIT and Hewlett-Packard - Feedback
UEvora B-On Curriculum DeGois