Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10174/17701

Title: O papel da tradição dos povos na formação de novos hábitos de convivência harmónica com a natureza: Comparação entre o cerrado brasileiro e o montado português
Authors: Rocha, Ana Lúcia Amado
Advisors: Oliveira, José Manuel Palma
Mascarenhas, José Manuel de
Keywords: Cerrado
Montado
Tradição
Sustentabilidade
Multifuncionalidade
Paisagem
Tradition
Sustainability
Multifunctionality
Landscape
Issue Date: 2008
Publisher: Universidade de Évora
Abstract: Este estudo pretende ser uma tentativa de compreender como as tradições de dois grupos humanos — povos do Cerrado e povos do Montado — contribuíram para possibilitar sua convivência com esses espaços; como, quando e porque este equilíbrio dinâmico foi rompido e em que medida os velhos hábitos de manejo destas paisagens podem contribuir para a formação de novos cenários e novas estratégias multifuncionais de desenvolvimento dessas passagens num quadro de sustentabilidade. De modo geral, busca-se essencialmente uma compreensão das relações do homem e o seu meio, mais precisamente dos usos que o homem faz do espago enquanto produto cultural. (Fischer, 1992). O trabalho encontra-se dividido em quatro partes que tratam da Ecologia da natureza e da sociedade que identificam estas paisagens e uma conclusão que está dedicada a traçar um paralelo entre ambas as realidades, buscando através da observação e comparação da linha do tempo, destacar o tipo de ocupação/exploração ocorridas no Cerrado e no Montado, as similaridades e diferenças que marcaram a ação antrópica sobre estas paisagens, suas reações as intervenções humanas e as perspetivas para um desenvolvimento sustentável. Em resumo, este é um trabalho que busca essencialmente langar luzes sobre a questão da Ecologia Humana nas paisagens do Cerrado Brasileiro e do Montado Português. ABSTRACT: This research aspires to be an attempt to understand how two traditions human group: Cerrado’s and Montados’s people. This groups contributed to make possible their sociability with these spaces, how, when and why this dynamic balance have been brooked and how the old systems of landscape’s handling can help to make new sceneries and new multifunctional strategies to develop these landscapes with sustainability. The comprehension about the relationships between humanity and landscapes, the uses that they do about the space as a cultural product (Fischer, 1992) is searched along this work. The research is divided in four parts concerning the Ecology of nature and of society? And a conclusion dedicated to do a parallel between two realities, finding with observation and comparision of periods, to destak the kind of occupation/exploitation happened in Cerrado and Montado, the similarities and differences of antropic action and their reactions to human action. In short, this research brings, essentiality, to clear the Human Ecology question on the Brazilian Cerrado and Portuguese Montado landscapes.
URI: http://hdl.handle.net/10174/17701
Type: masterThesis
Appears in Collections:BIB - Formação Avançada - Teses de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Ana Lúcia Amado Rocha - Tese de Mestrado - 169 489.pdf25.35 MBAdobe PDFView/OpenRestrict Access. You can Request a copy!
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Dspace Dspace
DSpace Software, version 1.6.2 Copyright © 2002-2008 MIT and Hewlett-Packard - Feedback
UEvora B-On Curriculum DeGois