Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10174/16062

Title: Estratégias para o desenvolvimento do sector vitivinícola brasileiro: o caso das empresas do Vale de São Francisco
Authors: Ramalho, Pedro Jorge Pereira
Advisors: Sousa, António João Coelho de
Keywords: Estratégia
Competitividade
Vinhos
Vale de São Francisco
Brasil
Strategies
Competitivity
Wines
São Francisco valley
Brazil
Issue Date: May-2006
Publisher: Universidade de Évora
Abstract: A inovação e a adaptabilidade estratégico-estrutural ao crescente dinamismo dos contextos empresariais, predominante na maioria das indústrias mundiais, em acelerado processo de fragmentação, têm levado as empresas ao imperativo da reinvenção. E, nesse tipo de cenário, as organizações passaram não só a competir entre si (e pelos recursos), mas, também, a desafiarem o tempo. Nesse sentido, a cooperação entre empresas, tanto quanto possível, aponta como um caminho por meio do qual os desfasamentos e ambições estratégicas são postas à prova, e com relativa possibilidade de sucesso, de modo a reduzir a incerteza e o risco desse novo influxo competitivo global. O presente estuda, que se intitula Estratégias para o Desenvolvimento do Sector Vitivinícola Brasileiro: O Caso das Empresas do Vale do São Francisco, tem os objetivos de examinar a competitividade empresarial brasileira e local (concernente à indústria vitivinícola mundial), por intermédio, principalmente, da análise das adaptações que estão sendo implementadas pelas empresas vitivinícolas do Pólo emergente de vitivinicultura do Vale do São Francisco, propor linhas adicionais de ação estratégica e perspetivar as suas possibilidades de sucesso no novo contexto competitivo globalizado. A fenomenologia encontrada durante a investigação, sugere uma indústria mundial em estado de maturidade, com excesso de capacidade crónica e em processo de recentragem estratégica, com a formação de oligopólios concentrado/diversificado e crescimento das exportações. Além disso, apresenta uma procura declinante, alteração dos hábitos de consumo, queda dos preços e da sua taxa mínima de competitividade (atratividade estrutural). No Brasil, embora predominantemente madura, a indústria está apenas no inicio da sua reconfiguração, com vista à obtenção de ganhos da competitividade requerida pelo contexto industrial no mundo, e sob dificuldades ao livre comércio. Contudo, há avanços significativos. Quanto ao novo Pólo Vitivinícola do Vale do São Francisco - a nova latitude da indústria vitivinícola mundial - que, a despeito do facto de ainda encontrar-se em processo de emergência, já exige igualmente a reinvenção, tanto pela busca de respostas ao “problema da administração”, quanto pela necessidade de fugir à vala comum da concorrência marginal. Durante o processo de investigação, acerca do desenvolvimento das empresas vitivinícolas do Vale do São Francisco, foi possível perceber com clareza a ocorrência de fenómenos de gestão que remetem à certeza da necessidade de refocalização estratégica, bem como dos respetivos rearranjos requeridos ao equilíbrio dinâmico organizacional. Em razão do método empregado (estudo de caso comparativo, de natureza exploratória e, essencialmente qualitativo) não se pode pretender uma generalização extensiva dos seus resultados para além da população estudada. Os resultados devem ser entendidos, de forma ponderada, no seu contexto específico, e para os casos em concreto, pois, cada organização tem características únicas que influenciam o funcionamento da gestão. /ABSTRACT - The innovation and the structural-strategic adaptability to the dynamic growth of the business contexts, predominant in most of the world industries, in accelerated shattering process, have taken companies to the imperative recreation. And, in this kind of scene, the companies started to compete, not only by themselves (and by the resources) but also dare the time. In this perspective, the co-operation among companies, as much as possible, show as a way by which the gap and strategic ambitions are put in test, and with relative possibility of success, as a manner to reduce the uncertainness and the risks of this new global competitive inflowing. The present study, which it is entitled Estratégias para o Desenvolvimento do Setor Vitivinícola Brasileiro: O Caso das Empresas do Vale do São Francisco, has the objectives of analyzing the brasilian and local business competitivity (in comparision to the world wines industries) by, mainly, the analyses of adaptations that have been implemented by the wines companies of the wine culture emergent Pole in São Francisco Valley, propose additional lines of strategic action and preview their possibility of success in the new globalized competitive context. The phenomenoly found during this investigation suggests a world industry in maturity stage, with exaggerated thought ability and in process of strategic recentre, with the creation of oligoples concentrated/varied and the growth of exporting. In addition to this, presents declined demand, changing of consume costumes, the decrease of prices and its competitivity minimal rate (structural attractivity). In Brazil, the industry, although predominantment aged, has been only in the beginning of its reconfiguration, aiming to gain the required competitivity by the world industrial context and under difficulties from the free commerce. Nevertheless, there are significant advances. And, about the new wine Pole in São Francisco Valley - the new latitude of world wine industry - which has been in process of exigence, it already requires together the recreation, as by the source of replies of “management problem” as by the need of scape of the common marginalized rat. During the investigations, about the development of wine companies in São Francisco Valley, it was possible to see clearly the occurrence of management phenomenon which gives the really need of strategic refocalizing, as Well as the respective rearrangements required at the companies dynamic balance. Due to the applied method (comparative case study, in searching manner and, essentially qualitative) it cannot be purposed an extensive generalization of the results to another non-studied population. The results must be understood in a balanced way, in their specific context, and for real cases, since each company has its own features that influence the management work.
URI: http://hdl.handle.net/10174/16062
Type: masterThesis
Appears in Collections:BIB - Formação Avançada - Teses de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Pedro Jorge Pereira Ramalho - Tese de Mestrado - 160 483.pdf54.4 MBAdobe PDFView/OpenRestrict Access. You can Request a copy!
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Dspace Dspace
DSpace Software, version 1.6.2 Copyright © 2002-2008 MIT and Hewlett-Packard - Feedback
UEvora B-On Curriculum DeGois