Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10174/14692

Title: Influência do género e da actividade física na motivação para a prática da actividade física
Authors: Varela, Rafael Pardal
Advisors: Raimundo, Armando
Pereira, Catarina
Keywords: Género
Actividade física
Motivação
Autodeterminação
Acelerómetros
BREQ-2
Gender
Physical activity
Motivation
Determination
Accelerometers
BREQ-2
Issue Date: 2011
Publisher: Universidade de Évora
Abstract: Objectivo: Estudar a influência do género e da actividade física na motivação para a prática da actividade física. Amostra: Os participantes do estudo foram 64 alunos, 34 do género feminino e 30 do género masculino, de dois estabelecimentos de ensino (um privado e um público), com idades compreendidas entre os 12 e os 15 anos de idade frequentando o 7º, 8º e 9º ano de escolaridade. Metodologia: Foram utilizados dois instrumentos de medida. O questionário BREQ-2 (Behavioural Regulation in Exercise Questionnaire-2), para a medição das diferentes dimensões do continuum motivacional e do índice de autodeterminação (IAD), e o acelerómetro uniaxial GT1M da MTI Actigraph para avaliar a prática da actividade física (min) durante 3 dias. Conclusões: O género não é um factor explicativo da variação da motivação para a prática da actividade física. Existe uma associação positiva entre a actividade física e a motivação para a prática da actividade física (IAD, regulação intrínseca e regulação identificada). O género masculino tem maior actividade relativamente ao género feminino, o que resulta numa maior motivação para a prática da actividade física; ABSTRACT: Objective: To study the effect of gender and physical activity in the motivation for physical activity. Sample: Study participants were 64 students, 34 females and 30 males, two schools (one private and one public), aged between 12 and 15 years of age attending the 7th, 8th and 9th grade. Methodology: Two measurement instruments were used. The questionnaire BREQ-2 (Behavioural Regulation in Exercise Questionnaire-2), for measuring the different dimensions of motivational continuum and the index of self-determination (IAD), and the uniaxial accelerometer GT1M MTI Actigraph to assess physical activity levels (min) for 3 days. Conclusions: Gender is not a factor that explains the variation in motivation for physical activity levels. There is a positive association between physical activity and motivation for physical activity levels (IAD, intrinsic regulation and identified regulation). The males have greater activity than females, resulting in greater motivation for physical activity levels.
URI: http://hdl.handle.net/10174/14692
Type: masterThesis
Appears in Collections:BIB - Formação Avançada - Teses de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese Rafael Varela.pdf664.11 kBAdobe PDFView/OpenRestrict Access. You can Request a copy!
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Dspace Dspace
DSpace Software, version 1.6.2 Copyright © 2002-2008 MIT and Hewlett-Packard - Feedback
UEvora B-On Curriculum DeGois