Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10174/14600

Title: Lixiviação de nitratos em fertirrega localizada
Authors: Tomás, José Carlos Correia
Advisors: Ferreira, Alfredo Gonçalves
Keywords: Lixiviação de nitratos
Fertirrega localizada
Issue Date: 2001
Publisher: Universidade de Évora
Abstract: Os elevados teores de nitratos nas águas subterrâneas têm gerado preocupações a nível da União Europeia que criou legislação apropriada para os nitratos de origem agrícola, tendo Portugal já delimitado uma Zona Vulnerável no Algarve, na Campina de Faro. Atendendo a que a cultura de regadio predominante no Algarve é a citricultura, com a quase totalidade da área a ser regada através de rega localizada, e em que a fertilização é realizada por fertirrega de alta frequência, julgou-se interessante a realização de um trabalho de monitorização sobre essa situação, bastante generalizada na região. O trabalho realizou-se num ensaio de laranjeiras instalado em Abril de 1999, regado por gota-a-gota, através de um sistema automatizado de controlo da rega e da fertilização, tendo-se estudado a lixiviação do azoto sob a forma de nitratos (N-NO3), resultante da aplicação de 3 níveis de fertilização azotada, em que as quantidades de azoto aplicadas durante o ano de 2000 foram de 15, 60 e 240 gramas por planta e por ano, para os três níveis, sendo as dotações de regas iguais nos 3 níveis. As regas foram diárias no verão e as fertirregas realizaram-se praticamente sempre que se regava. Monitorou-se o teor de humidade do solo, às profundidades de 10, 30, 60 e 90 cm, através de sonda TDR e de uma sonda capacitiva. Recolheu-se a solução do solo, através de cápsulas de sucção instaladas a 30 e a 90 cm de profundidade, para determinação das respectivas concentrações de nitratos em laboratório. Acompanhou-se a evolução da concentração dos nitratos no período do outono-inverno, de Outubro a Fevereiro, e durante o período em que decorreu a fertirrega, de Março a Setembro. Monitorou-se também o teor de humidade do solo para determinação da drenagem, causada pela precipitação e pelas regas, para conjuntamente com a as concentrações de nitratos da solução do solo se calcular as quantidades lixiviadas de N-NO3". Observou-se que a gestão de regas é extremamente importante no processo, pois como o número de gotejadores é fixo, as maiores dotações de rega correspondem a maiores profundidades alcançadas pela frente de humedecimento que poderão ser já abaixo da zona de enraizamento, podendo ocorrer perdas por percolação profunda e lixiviação. Observou-se que no primeiro nível de fertilização as concentrações dos nitratos na solução do solo foram inferiores a 50 mg/1 e que a lixiviação do N-N0= foi de cerca de 0.47 % das quantidades aplicadas. No segundo nível de fertilização conduziu a valores relativamente reduzidos de lixiviação de azoto sob a foram nítrica N-NO3-, cerca de 2.1 % do total do azoto aplicado e em que as concentrações de nitratos na água de rega não excederam muitas vezes as 100 mg/l, o que significa que poderá ser um bom valor para situações similares. O terceiro nível conduziu a valores superiores a 600 mg/l de concentração dos nitratos na solução do solo, traduzindo uma taxa de aplicação excessiva. *** - Abstract -High concentrations of nitrate in groundwater are a great concern in the European Union. For this purpose legislation for the nitrates from agriculture activities was put forward. The Portuguese government was delimited a Vulnerable Zone in the Algarve, in the Campina de Faro. The citrus crop is the main irrigation crop of the Algarve almost of the crop area is irrigated with trickle irrigation and the fertilization is by fertigation. In order to evaluate their monitoring was carried out. The experiments were carried id the year 2000 in a citrus orchard planted in April 1999. The irrigation and the fertilization were an automated trickle irrigation system. It was studied the nitrate leaching associated to a fertilization regime of three levels of nitrogen (15, 60 and 240 g per tree). In addition, the irrigation was similar on the 3 nitrogen levels tested. The irrigation was done daily in the summer and the fertigations was carried on all irrigations almost. The soil water content was monitored at 10, 30, 60 and 90 cm depth and the soil solution was collected in ceramic suction cups at 30 and 90 cm depth, to determine the nitrate content in the laboratory. We have followed the evolution of the nitrate concentration in the soil solution during the period autumn-winter and during the fertigation period which was from March to September. The drainage was determined from a water balance and the leaching of nitrates was calculated from the drainage below the root zone and the nitrate concentration observed on this zone. It was observed that the management of the irrigation was very important in the process, since the greater irrigation events were associated to the greater duration of irrigations. The wet-front reached a depth below the root zone where maybe occurs water losses for deep percolation and leaching. It was observed that the nitrate concentrations of the soil solution from the first level of fertilization did not exceed 50 mg and the leaching of N-NO3-was about 0.47% of the total applied. It addition, on the second level of N fertilization, the N-NO3 leached was low, only 2.1 % of the total N amount. Nitrates concentrations in the soil solution did not exceeded the 100 mg/l which maybe a good indicator for similar situations. However, nitrate concentrations exceeding 600 mg/l in the soil solution were observed from the third level of N fertilization and this result is maybe an application in excess.
URI: http://hdl.handle.net/10174/14600
Type: masterThesis
Appears in Collections:BIB - Formação Avançada - Teses de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
José Carlos Correia Tomás - Tese de Mestrado - 142 294.pdf37.61 MBAdobe PDFView/OpenRestrict Access. You can Request a copy!
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Dspace Dspace
DSpace Software, version 1.6.2 Copyright © 2002-2008 MIT and Hewlett-Packard - Feedback
UEvora B-On Curriculum DeGois