Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10174/5417

Title: Estratégias para melhorar a produção e a comercialização das culturas da batata rena e da cenoura: o caso da comuna da Calenga, Huambo
Authors: Chaves, Estêvão Cambinja
Henriques, Pedro Damião
Carvalho, Maria Leonor da Silva
Francisco, Manuel André
Keywords: batata rena
cenoura
produção
comercialização
comuna da Calenga
Issue Date: May-2009
Publisher: Comissão Executiva do 1º Encontro Luso-Angolano em Economia, Sociologia e Desenvolvimento Rural/Universidade de Évora
Abstract: A comuna da Calenga destaca-se como a maior produtora de hortícolas da província do Huambo, actualmente as de maior rendimento, existindo, no entanto, um grande desequilíbrio entre as quantidades produzidas e os níveis de rendimento e de desenvolvimento económico da população desta região. Não existe um plano que permita uma avaliação dos custos de produção e das melhores épocas de produção e comercialização de determinados produtos. O sistema de comercialização e o acesso aos grandes mercados consumidores por parte do próprio agricultor é débil, o que faz com que vendam os seus produtos na própria comuna a preços excessivamente baixos. Assim, o objectivo deste trabalho é encontrar soluções que permitam aos agricultores da comuna da Calenga ultrapassar alguns dos seus constrangimentos e ao mesmo tempo melhorar o seu rendimento. Este estudo foi feito a mais de 30 camponeses, chefes de família, seleccionados aleatoriamente em distintas aldeias e áreas de produção, de Dezembro de 2006 a Julho de 2007. A metodologia utilizada baseou-se em inquéritos por questionário aos camponeses, e em entrevistas com guia flexível aos líderes locais. Aqueles inquéritos permitiram-nos caracterizar as tecnologias de produção da batata e da cenoura, nos seus aspectos de mão-de-obra, tracção, fertilizantes e operações culturais. Calcularam-se, ainda, os custos de produção fixos e variáveis, a receita, a margem bruta e o lucro por cultura. Dos resultados obtidos destacamos que, em média, as famílias cultivam 3 ha de batata rena, com maior frequência em Janeiro, Abril, e Agosto, e 1,5 a 2 ha de cenoura, cultivandose esta com maior frequência na época chuvosa a partir de Outubro. O fertilizante mais utilizado para as duas culturas é o 12-24-12. As colheitas são manuais, sendo as produções médias por hectare muito baixas em comparação com os padrões internacionais. O valor médio do lucro por hectare para a cultura da batata ronda os 295 mil Akz, e para a cultura da cenoura os 585 mil Akz. Para ambas as culturas, a margem bruta e o lucro são bastante semelhantes dada a fraca incidência dos custos fixos. Foram calculadas e comparadas as margens de comercialização para os mercados da Calenga e de Luanda, para as duas culturas em estudo. Da análise ressaltou que os factores condicionadores do crescimento tanto da produção como do rendimento familiar são a falta de apoio técnico ao camponês e a ausência de um sistema de comercialização colectivo e organizado.
URI: http://hdl.handle.net/10174/5417
ISBN: 978-972-778-104-1
Type: article
Appears in Collections:ICAAM - Artigos em Livros de Actas/Proceedings
ECN - Artigos em Livros de Actas/Proceedings
CEFAGE - Artigos em Livros de Actas/Proceedings

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ELA_politicas_tecnologias_04_ESTEVÃO.pdf817.49 kBAdobe PDFView/Open
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Dspace Dspace
DSpace Software, version 1.6.2 Copyright © 2002-2008 MIT and Hewlett-Packard - Feedback
UEvora B-On Curriculum DeGois