Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10174/26257

Title: Sucessos e limitações na avaliação de tendências populacionais e distribuição de aves de rapina noturnas e noitibós usando ciência cidadã
Other Titles: Successes and limitations in assessing population trend and distribution of owls and nightjars using citizen science
Authors: Godinho, Carlos
Lourenço, Rui
Roque, Inês
Keywords: Citizen science
monitoring
Issue Date: 2019
Publisher: SPEA - Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves
Citation: Lourenço R, Godinho C, Moreira S, Roque I & Tomé R (2019) Sucessos e limitações na avaliação de tendências populacionais e distribuição de aves de rapina noturnas e noitibós usando ciência cidadã in SPEA (2019) (Eds). Livro de Resumos do X Congresso de Ornitologia da SPEA – 1.ª edição. Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves, Lisboa
Abstract: As aves de rapina noturnas e os noitibós têm hábitos noturnos, necessitando por isso de métodos de censo específicos. Estes grupos de aves são frequentemente pouco estudados por causa das dificul - dades associadas ao censo de espécies pouco abundantes, discretas e detetadas sobretudo de noite. Uma vez que a ciência cidadã pode ser um meio valioso de aumentar o conhecimento sobre as tendên- cias populacionais e distribuição das aves noturnas, em 2010 iniciou-se o programa de monitorização “Noctua-Portugal” em Portugal continental. Este programa baseia-se em visitas feitas por voluntários a cinco pontos numa quadrícula 10x10 km. Nove anos de amostragem produziram estimativas razoáveis da tendência populacional das espécies mais comuns, enquanto que para espécies menos comuns, Bufo-pequeno (Asio otus) e Coruja-do-nabal (Asio flammeus ), apenas foram obtidas estimativas im- precisas ou não foi possível estimar a sua tendência. No entanto, estas são as únicas estimativas po- pulacionais à escala nacional, tendo sido usadas para responder a compromissos legais como a Direc- tiva Aves. Os resultados do programa Noctua-Portugal (2010-2018) sugerem uma tendência negativa para a Coruja-das-torres (Tyto alba), Mocho-d'orelhas (Otus scops) e Mocho-galego (Athene noctua), alertando para uma possível situação preocupante. O programa Noctua-Portugal teve um contributo modesto para conhecer a distribuição das espécies no período 2010-2018, com a maior parte da infor- mação tendo origem em bases de dados públicas, especialmente o PortugalAves/eBird, e em registos ocasionais enviados por voluntários do Noctua. O número de registos de aves noturnas inseridos em bases de dados online tem crescido ao longo do tempo, mas algumas áreas do interior de Portugal ainda têm informação insuficiente. As principais limitações na estimativa de tendências são o reduzido número de voluntários e constrangimentos analíticos associados a amostras pequenas. Ações futuras podem incluir alterações metodológicas para motivar voluntários e aumentar a robustez analítica, man- tendo os pontos de escuta como unidade de forma a assegurar a comparação com dados anteriores.
URI: http://congresso.spea.pt/fotos/editor2/livroderesumosuv.pdf
http://hdl.handle.net/10174/26257
Type: lecture
Appears in Collections:ICAAM - Comunicações - Em Congressos Científicos Nacionais

Files in This Item:

File Description SizeFormat
2019_noctua_pp78.pdf562.23 kBAdobe PDFView/Open
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Dspace Dspace
DSpace Software, version 1.6.2 Copyright © 2002-2008 MIT and Hewlett-Packard - Feedback
UEvora B-On Curriculum DeGois