Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10174/25814

Title: Notários do Tribunal da Inquisição no Arquivo da Universidade de Coimbra (1536-1755): Património e rendimentos para obtenção de ordens eclesiásticas
Authors: Dias Garcia, Leonor
Keywords: Santo Ofício
Inquisição
Notário
Património
Issue Date: 2019
Publisher: Universidade de Coimbra
Citation: GARCIA, Leonor Dias (2019) - Notários do Tribunal da Inquisição no Arquivo da Universidade de Coimbra (1536-1755): Património e rendimentos para obtenção de ordens eclesiásticas. Boletim do Arquivo da Universidade de Coimbra, XXXII [2019], pp. 9-38.
Abstract: Este trabalho é uma primeira abordagem às raízes socioeconómicas dos notários da Inquisição (ou notários do Secreto), entre os anos de 1536 e 1755. O seu principal objetivo é conhecer os níveis globais de rendimento destes agentes no momento em que se habilitaram para o Santo Ofício. Para isso, consultaram-se as suas habilitações "de genere" para ordenação sacerdotal, com os respetivos instrumentos de dote e património, existentes no Arquivo da Universidade de Coimbra. Pretende-se, assim, responder às seguintes questões: com que património receberam, os futuros notários, ordens sacras? Dependeram de outrem para constituírem os seus dotes? Poder-se-iam desenvolver redes de influência ou de sociabilidade com base nesses patrimónios?O estudo desta pequena amostra permitiu concluir que quando chegavam ao Santo Ofício estes indivíduos não eram ricos, mas viviam sem constrangimentos. This paper is an initial approach to the socioeconomic roots of the Inquisition notaries (or notaries of the "Secreto"), between 1536 and 1755. The aim of this work is to gain knowledge on the global income levels of these agents at the moment they were habilitated for the Holy Office.To achieve this goal, one has gone through their qualifications de genere for priestly ordination, along with the respective dowry and property deeds, retrieved from the Archive of the University of Coimbra. One seeks to reply to these questions: these notaries to-be received the sacred order owning what? Were they dependent on third parties to create their dowries? Were there any influence or social networks developed based on this ownership?The research lead on this corpus allowed one to conclude that, upon arrival to the Holy Office, these individuals were not wealthy but they lived with no financial struggle.
URI: https://impactum-journals.uc.pt/boletimauc/issue/view/306
http://hdl.handle.net/10174/25814
ISSN: 2182-7974
0872-5632
Type: article
Appears in Collections:CIDEHUS - Publicações - Artigos em Revistas Internacionais Com Arbitragem Científica

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Notários do Tribunal da Inquisição no AUC.pdf159.54 kBAdobe PDFView/Open
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Dspace Dspace
DSpace Software, version 1.6.2 Copyright © 2002-2008 MIT and Hewlett-Packard - Feedback
UEvora B-On Curriculum DeGois